terça-feira, 2 de julho de 2013

Uma ilha

Como uma selvagem ilha,
cheia de encanto e misteriosa,
venha desvendar minhas trilhas,
com curvas voluptuosas.

Nádia Santos
* * * * * *
E meu amigo Toninho 
respondeu assim:


Viajar sempre me apraz.
Mesmo em vias perigosas.
Pois com amor sou capaz,
Tecer noites maravilhosas.

Toninho




7 comentários:

  1. Viajar sempre me apraz.
    Mesmo em vias perigosas.
    Pois com amor sou capaz,
    Tecer noites maravilhosas.

    Gostei da inspiração e viajei.
    Adoro quadras.
    Um abraço amiga.
    Bjo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau Toninho que quadra linda! Vai subir viu, para juntinho da minha, Bjus

      Excluir
  2. Boa tarde, Nádia. Ficou lindo o teu escrito, assim como o do Toninho.
    Parabéns aos dois!
    Beijos na alma e paz!

    ResponderExcluir
  3. Que bonitinho...
    Beijos pra ti Nádia!

    ResponderExcluir

Sua visita é sempre bem vinda e seu comentário muito importante para mim. Um beijo no seu coração!

Quem sou eu... mas só um pouquinho.